MENINGOCOCICA ACWY (MENVEO)

É igual a ACWY-CRM , MENINGOCOCICA, MENINGO ACWY, MENVEO
FAIXA ETÁRIA RECOMENDADA NA BULA
-

PEDIDO MÉDICO
-

ESQUEMA VACINAL
2 a 6 meses: 2 doses, mais reforço entre 12 e 16 meses de idade e a seguir, após 5 anos; 7 a 23 meses: 2 doses, sendo que a segunda dose deve ser a partir de 12 meses com intervalo de 2 meses A segunda dose deve ser a partir de 12 meses. A seguir, reforço após 5 anos; A partir de 24 meses: 1 dose mais reforço após 5 anos

EVENTOS ADVERSOS MAIS COMUNS
Falta de apetite, choro persistente, irritabilidade dor de cabeça e reações no local da injeção (dor, vermelhidão e inchaço)

FABRICANTE
GSK

INDICAÇÃO
Imunização contra os sorogrupos de meningococos A, C, W, e Y causadores de doenca meningocócica recomendada a partir de 2 meses de vida.

CONTRAINDICAÇÃO
Indivíduos com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da vacina

VIA DE APLICAÇÃO
Intramuscular

NOME COMERCIAL
Menveo

NECESSITA AGENDAMENTO
Sob Demanda E Agendamento

COMPOSIÇÃO
Uma dose de 0,5 mL da vacina reconstituída contém: Oligossacarídeo meningocócico A10 mcg Conjugado com proteína CRM197 de Corynebacterium diphtheriae. 16,7 a 33,3 mcg Oligossacarídeo meningocócico C.5 mcg Conjugado com proteína CRM197 de Corynebacterium diphtheriae7,1 a 12,5 mcg Oligossacarídeo meningocócico W-1355 mcg Conjugado com proteína CRM197 de Corynebacterium diphtheriae3,3 a 8,3mcg Oligossacarídeo meningocócico Y..5 mcg Conjugado com proteína CRM197 de Corynebacterium diphtheriae5,6 a 10 mcg Excipientes: fosfato de potássio di-hidrogenado; sacarose; cloreto de sódio; fosfato de sódio di-hidrogenado mono-hidratado, fosfato dissódico hidrogenado di-hidratado e água para injetáveis.

ORIENTAÇÕES GERAIS
Vacinas são produtos elaborados a partir de microrganismos ou porções desses microrganismos que, quando administrados, levam ao desenvolvimento de uma resposta do sistema de defesa que protegerá a pessoa vacinada se ela entrar em contato com o microrganismo que causa a infecção. Existem tipos de vacinas sendo elas: Vivas atenuadas: são aquelas desenvolvidas a partir da atenuação de um vírus ou bactéria em laboratório. Esses produtos são administrados e ocorre uma resposta imunológica com nenhum ou muito baixo risco de desenvolvimento de doença quando comparado ao microrganismo causador da infecção. Inativadas: são as vacinas desenvolvidas a partir de partes ou produtos dos microrganismos. Nesses casos, não é possível ocorrer infecção a partir da vacinação.

é ssl:1